Mendoza | Por las calles



Que me perdoem os que viajam com agência, mas eu gosto de andar. Mesmo quando alugo carro. Mesmo quando o lugar é distante e é preciso usar o transporte público. É assim que os locais vivem e, quando eu viajo, eu quero conhecer os hábitos de quem mora ali, não (apenas) os pontos turísticos. Este post retrata uma das minhas atividades favoritas em Mendoza: caminar por las calles. Ver as lojas, restaurantes e a diferença entre os nossos produtos e os deles. Observar as acéquias, canais que estão em todas as calçadas e que são responsáveis por irrigar as árvores de uma cidade em que não chove. Conversar com desconhecidos na rua, arranhando um español tímido, mas que aos poucos se revela.



Nessas caminhadas, descobrimos hotspots, passeios que nem sabíamos serem possíveis e desvendamos a arquitetura, tão diferente da que temos no Brasil. As calles têm histórias e criam outras_ perdemos as contas de quantos "Hola chicas" ouvimos enquanto caminhávamos nesses dez dias. No entorno da Plaza Italia (pela qual passamos várias vezes visitando nosso amigo Herman), andar por las calles nos fez conhecer a BRÖD, padaria onde tomamos um brunch maravilhoso, e a Winery and Company, de onde veio o estoque de vinhos que trouxemos para o Brasil. Na calle San Martin, um toque cosmopolita com muitos artistas de rua cantando, tocando ou fazendo graffitis.



Não sei vocês, mas essas árvores secas e essas folhas de plátano no chão me encantam. Caminhar pelas calles de Mendoza é um passeio tão importante quanto visitar as vinícolas ou Los Penitentes. Calça a bota, pega a câmera e vai, porque vale a pena! ;)

0 comentários